Internacional - 19/09/2017 - 13:09:50

 

Trump diz na ONU que Coreia do Norte 'será destruída' se ameaças continuarem

Trump diz na ONU que Coreia do Norte 'será destruída' se ameaças continuarem

 

Da Redação com EFE

Foto(s): Divulgação / Arquivo

 


O presidente Donald Trump disse hoje (19), em seu primeiro discurso na Assembleia Geral da ONU. que se o regime de Pynongang não desistir de seu programa nuclear os Estados Unidos não terão outra escolha a não ser “destruir totalmente a Coreia do Norte. Temos paciência, mas não temos outra opção", afirmou.

Trump chamou o regime de Kim Jong-Un de "depravado e responsável pela morte, opressão, tortura e prisão de muitos cidadãos do país". E afirmou que a busca da Coreia do Norte por armamento nuclear é irresponsável e ameaça o mundo inteiro com uma perda "impensável da vida humana".  Ele disse que o líder norte-coreano está em uma missão suicida para si mesmo e o seu regime.

"Estamos dispostos e preparados para  tomar uma ação militar, mas esperamos que isso não seja necessário", frisou Trump, observado de perto pelo representante norte-coreano, que acompanhou o discurso na primeira fila, por causa do sorteio de lugares realizado pela organização dos debates.
Trump também pediu que as Nações Unidas pressionem os países que financiam a Coreia do Norte para interromper os financiamentos que estão alimentando o programa nuclear do país.

Barrando o mal

"Se os muitos justos não confrontarem os poucos maus, então o mal triunfará", disse Trump.  Ele agradeceu à China e à Rússia por terem votado a favor das sanções contra a Coreia do Norte no Conselho de Segurança da ONU. O país foi sancionado duas vezes em agosto e na semana passada pelo conselho, por unanimidade, por causa da continuidade dos seus testes nucleares e de ter lançado misseis de médio alcance para ameaçar o Japão.

Desde que o magnata republicano chegou ao poder, há oito meses, as tensões entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte tem aumentado e Kim Jong Un e Trump têm trocado ameaças em um tom cada vez mais agressivo.

No mês passado, o líder americano ameaçou desencadear um “fogo e fúria como o mundo nunca viu" se a Coreia do Norte não parasse de ameaçar o país. Discurso que, longe de intimidar, parece ter servido de combustível para Kim Jong Un: depois disso foram feitos pelo menos quatro testes com mísseis, um deles com uma bomba de hidrogênio no começo de setembro, considerada a mais poderosa testada até agora pelo regime norte-coreano.

 



;

ONU: Trump volta a ameaçar de destruir a Coreia do Norte

ONU: Trump volta a ameaçar de destruir a Coreia do Norte

Turismo SBC


Últimas Notícias




Plenário rejeita medidas cautelares contra Aécio Neves e senador retoma mandato


Irmãos Batista, da JBS, viram réus por uso indevido de informação privilegiada


Juíza determina prisão de líderes independentistas catalães por insurreição


Manual traz orientações para escrever a redação do Enem


Polícia Federal leva malotes do gabinete do deputado Lúcio Vieira Lima


Filme de terror é o vencedor do Festival do Rio 2017