ABCD - 18/12/2017 - 19:05:49

 

Prefeitura de São Bernardo multa Lula em R$ 41 mil por obra em área rural

Prefeitura de São Bernardo multa Lula em R$ 41 mil por obra em área rural

 

Da Redação com agências

Foto(s): Divulgação / Arquivo

 


A prefeitura de São Bernardo do Campo vai multar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em R$ 41.740 por irregularidades na movimentação de terra  ao lado do seu sítio Los Fubangos.

A irregularidade constatada, que foi apontada em vistoria do Controle Ambiental, é a presença de terra de cor diferente da que foi vistoriada, uma “movimentação” que não tinha sido prevista na obra.

“Constatamos que se tratava de uma movimentação de terra não aprovada, e que o projeto que estava sendo executado não estava em consonância com o aprovado junto à prefeitura”, diz a nota.

Segundo a prefeitura, a decisão foi “embasada em critérios técnicos, uma vez que não estava prevista a movimentação de terra no projeto a ser aprovado” e tem como base a legislação municipal. Além da multa, a obra foi embargada.

Os fiscais constataram irregularidades ambientais. Lula recorreu da decisão, no último dia 11, ao TJ de São Paulo, que ainda não se manifestou. A obra está paralisada.

O refúgio modesto e esquecido, que Lula trocou por Atibaia

Antes de chegar à Presidência, Luiz Inácio Lula da Silva tinha como refúgio uma propriedade muito mais modesta do que o sítio Santa Bárbara de Atibaia. Era no Los Fubangos, às margens da represa Billings, em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, que ele reunia os amigos e familiares para pescar, descansar e cozinhar coelho.

Com 7,3 mil metros quadrados, vinte vezes menor do que o sítio de Atibaia, o Los Fubangos tem como marca a simplicidade, simbolizada pelo nome que remeteria a algo fuleiro, sem muito valor, segundo pessoas que frequentaram o local.

Na vizinhança, formada por casas simples, ninguém tem visto mais o ex-presidente.

"Trabalho aqui há cinco anos e nunca vi o Lula", conta um funcionário do clube do Sindicato dos Metalúrgicos, ali perto.

A comparação entre os refúgios da era pré e pós-Planalto mostra que a família Silva hoje conta com mais espaço e privacidade. Enquanto em Atibaia a propriedade é protegida por um grande portão monitorado por circuito interno, em São Bernardo o portão era de arame baixo e não havia sequer campainha.

O sítio de Atibaia recebeu R$ 500 mil só de material para uma reforma, segundo o depoimento de uma testemunha do inquérito que investiga a relação de Lula com a propriedade. Se o Santa Bárbara é cercado por uma grande reserva de mata fechada, o cenário no ABC é menos bucólico: Los Fubangos é colado a um simples espaço alugado para festas.

O sítio de São Bernardo foi comprado em 1992 e estava em nome do casal Lula e Marisa até 2016. Em 2006, quando disputou a reeleição, o petista listou o Los Fubangos na sua declaração de bens, com valor de R$ 5.466,90. Em frente ao sítio do ex-presidente, uma chácara com a metragem parecida está sendo vendida por R$ 350 mil. Já as duas propriedades que compõe o sítio Santa Bárbara, em Atibaia, foram compradas em 2010 por dois sócios do filho de Lula, Fábio Luís Lula da Silva, o Lulinha, por R$ 1,5 milhão.

 



;

Na entrada de Los Fubangos, que pertence a Lula, porteira é baixa e não há campainha

Na entrada de Los Fubangos, que pertence a Lula, porteira é baixa e não há campainha

Turismo SBC


Últimas Notícias




Lula volta para carceragem em Curitiba após cremação do corpo do neto


Bolsonaro exonera Gustavo Bebianno após ministro vazar áudios privados do presidente, diz SBT


Clipe de Daniela e Caetano é alvo de protestos e recebe milhares de dislikes


"Monopólio da Taurus": polícias e grupos pró-armas querem que Bolsonaro abra mercado


Uniformes e material escolar chegam antes do 1º dia de aulas em São Bernardo


Jair Bolsonaro faz pronunciamento na abertra da WEF em Davos